Posts Tagged ‘Pearl Jam’

Willian Barros Kochhann@WilliaN_7 *

Depois de 6 anos desde a sua última passagem por Porto Alegre o Pearl Jam voltou ao estado para um concerto inesquecível para as mais de 20 mil pessoas que estavam no Estádio do São José (Zequinha) no último dia 11 de novembro. A turnê que a banda vem apresentando é comemorativa aos 20 anos do grupo de Seattle que estourou no inicio da década de 90 junto de outras grandes bandas do cenário Grunge, como o Alice In Chains e o Nirvana, entretanto, foi o Pearl Jam que soube dosar a sua carreira, e assim foi emplacando grandes Hits durante estas duas décadas.

Eddie Vedder conquistou o público com seu "português improvisado" (Foto: Willian Kochhann)

Muito aguardado pelos fãs e por todas aquelas pessoas que não puderam comparecer ao show de 2005, a venda dos ingressos para o evento começou pouco mais de 3 meses antes de sua apresentação na capital gaúcha, e em pouco tempo dois, dos três setores do Zequinha, já não havia mais disponibilidade para a compra, sobrando apenas o ingresso para a pista.

Dois dias antes da apresentação do grupo começaram a se formar as filas nos portões do estádio para conseguir a tão esperada ”grade” e ficar bem perto de seus músicos preferidos. A abertura dos portões e a entrada do público foram de forma tranquila, auxiliada pelos instrutores que cuidavam da organização do evento que realmente merecia nota 10 por todo o seu trabalho desempenhado.

Após a apresentação das duas bandas de abertura, sendo a primeira gaúcha e a outra que está em turnê com os americanos, chega a vez de Eddie pegar o microfone e logo de início fazer o estádio pular com “Why Go” e “Do The Evolution”. O concerto foi recheado de Hits como “Black”, “Jeremy”, “Alive”, “Even Flow” e “Daughter” que eram indispensáveis para os fãs mais antigos da banda.

Muito comunicativo, Eddie Vedder, distribuía sorrisos para todos os lugares onde olhava, e entre as músicas arriscava um português para o delírio do público. Em duas horas e quarenta minutos, o grupo apresentou 32 músicas, sendo algumas covers de músicos que inspiraram o Pearl Jam, como “Rockin’ In The Free World”, “I Believe In Miracles” e a famosa “Last Kiss” que ninguém esperava.

Pearl Jam fez um show de quase três horas de duração (Foto: Willian Kochhann)

Depois da primeira parada de descanso dos músicos, Eddie se arriscou novamente no português e disse que a sua esposa estava de aniversário no dia 11/11 e pediu, carinhosamente, se poderíamos cantar parabéns para ela. Logo o estádio cantava “parabéns para você” e a clássica “é big” para a felicidade do vocalista. Tudo ficou registrado por uma pessoa da produção que gravou e deixaria para que ele mostrasse para a sua mulher. Eddie e outros membros da banda também desceram do palco e foram cumprimentar seus fãs nos corredores que dividiam o gramado do estádio para delírio das pessoas que estava nas grades laterais. Vedder também foi na platéia e buscou um menino de12 anos que estava na grade do show e o colocou do lado do palco para assistir a apresentação da banda, e se não bastasse, ele posou junto da banda na foto de despedida de Porto Alegre.

Perto da meia noite de sábado o Pearl Jam dizia uma “até breve” para os gaúchos. Eddie acenou para Mike para que tocasse mais uma música e então começou a “Yellow Ledbetter” que encerrou de forma gloriosa a série de apresentações do grupo americano em solo brasileiro. Após a canção Vedder disse ”prometemos que vamos voltar logo”, deixando a esperança que não demore mais 6 anos até o próximo show do Pearl Jam em Porto Alegre.

* Willian colaborou com o The Backstage e também tem um blog.

Anúncios

Natalia Nissen@_natiiiii

A capital gaúcha está cada vez mais perto de transformar-se em parte integrante do eixo de cidades que recebem os mais importantes shows do país. Se até há algum tempo  as pessoas só pensavam em ‘Rio-São Paulo’ como as cidades dos melhores shows, já podem incluir Porto Alegre como uma representante do eixo.

Depois de 10 anos Eric Clapton volta ao Brasil e faz show em Porto Alegre (Foto: divulgação)

Ano passado Paul McCartney fez um show no estádio Beira-Rio, Ozzy Ousborne lotou o Gigantinho, Green Day também marcou presença, entre outras grandes atrações que pousaram em Porto Alegre durante suas turnês brasileiras. Em 2011 já foram confirmados outros importantes espetáculos na capital. No próximo dia 10 de julho tem Mr. Big no Opinião.

O heavy metal será representado pela Black Label Society no dia 14 de agosto, também no bar Opinião. Para os headbangers de plantão ainda há outras atrações, Evergrey dia 28 de julho no Teatro Ciee e Machine Head e Sepultura dia 16 de outubro.

O guitarrista Eric Clapton toca em Porto Alegre no dia 06 de outubro, no estacionamento da FIERGS. A turnê do álbum ‘Clapton’, lançado em 2010, passa pelo Rio de Janeiro (09) e São Paulo (12), depois segue para a Argentina e Santiago (Chile). A venda dos ingressos para a apresentação em Porto Alegre começa no dia 29 de julho no site LivePass.

Essa semana foi confirmada a visita do ex-beatle Ringo Starr e sua banda, a All Starr Band. O show vai acontecer no Gigantinho dia 10 de novembro e as apresentações seguem para São Paulo (12 e 13), Rio de Janeiro (15), Belo Horizonte (16), Brasília (18) e Recife (20). Os ingressos serão vendidos a partir do dia 18 de julho. No repertório músicas da carreira solo de Ringo, e também, dos Beatles. Boatos ainda especulam que Paul McCartney fará show em Recife no mesmo mês da apresentação de Starr.

Ozzy fez show em setembro de 2010 e Zakk Wylde vem a Porto Alegre com a banda Black Label (Foto: divulgação)

Na última quarta-feira, 29, um jornalista confirmou no seu perfil em uma rede social o show da banda americana Pearl Jam. A última passagem deles por Porto Alegre foi em novembro de 2005. Seis anos depois a banda volta à capital e se apresenta em novembro no estádio do Zequinha. As informações sobre o show devem ser divulgadas nos próximos dias.

Roger Waters, um dos fundadores da banda Pink Floyd, vem ao Brasil em março de 2012. O astro vai passar por Porto Alegre no dia 17 com o show ‘The Wall’ e depois segue para duas apresentações em São Paulo (22 e 23) e uma no Rio (25). As atrações são muitas, rock para agradar a gregos e troianos. Agora só falta decidir quais shows merecem o investimento, afinal, os ingressos exigem algumas economias.