Posts Tagged ‘Na Mira do Rock’

Natalia Nissen – @_natalices

“Tarra” ouvindo o programa Na Mira do Rock (da Comunitária de FW) ontem à noite e resolvi fazer uma publicidade gratuita para a Datavenia. Sábado (16) tem a 10ª edição do festival Na Mira do Rock em Frederico Westphalen e a Datavenia vai tocar ~ de novo ~. Dessa vez o festival vai acontecer na Basement, e ainda vai ter Rosa Tattooada e Excellence.

Para quem não conhece, é só colocar “Datavenia” na busca do blog e vão aparecer vários posts. A banda já abriu show do Angra em Porto Alegre, no Opinião, então vale a pena ;). E para saber mais sobre o festival, também tem bastante coisa aqui no The Backstage.

Eu acompanho o festival desde que fui morar em FW, então é só metade de toda a história que se construiu nos últimos dez anos. Mas já ouvi falar muito de como o evento começou. Além disso, as pessoas criaram um vínculo forte com as bandas que passaram pelos palcos frederiquenses e com a festa propriamente dita. Que venham mais dez anos de sucesso e rock and roll.

 

E para não deixar passar em branco, no sábado o blog também completa quatro anos. Então, se eu não escrever de novo, ficam aqui meus agradecimentos para quem nos acompanha desde 2010 (sim, tem gente!). Espero que venham outros anos mais de blog, e-mails pedindo para agendarmos shows de duplas sertanejas em pubs de FW ou pedindo orçamento para fazer gravações, e amigos que curtem nossos posts por mais esporádicos que têm sido. Apesar de não estarmos mais em FW, continuamos tocando as páginas do blog de outros lugares. Let’s rock e até sábado!

 

 

Natalia Nissen@_natiiiii

No sábado, 1º, aconteceu a seletiva para o festival Na Mira do Rock, que será realizado no dia 12 de outubro, em Frederico Westphalen. A Datavenia foi selecionada pelos jurados entre um time com outras três bandas: Denfor (Palmeira das Missões), Gim.(set) (São Miguel do Oeste) e  Soul’s of Fate (Palmeira das Missões).

A galera de Palmeira das Missões foi tão bem organizada que lotou um ônibus e três carros para vir a FW torcer e curtir a festa. O público prestigiou apresentações de, aproximadamente, meia hora para cada grupo. E no final, a banda selecionada ainda voltou ao palco para tocar mais algumas músicas e deixar todo mundo ansioso pelo festival em outubro.

No repertório da Datavenia teve Metallica, Motörhead, Pantera e o single Bang Your Head. O vocalista, Guilherme Busatto Mello, disse que a banda vai fazer uma enquete para definir algumas músicas que serão apresentadas no Na Mira do Rock. A organização do festival vai trazer outras três bandas para tocar na noite, uma do Ceará, e outras duas do Rio Grande do Sul (Santa Maria e Ijuí).

Natalia Nissen@_natiiiii

No próximo sábado, 1º, acontece a seletiva para o festival Na Mira do Rock, no Les Paul Pub, em Frederico Westphalen. As bandas concorrentes são: Datavenia (Frederico Westphalen), Denfor (Palmeira das Missões), Gim.(set) (São Miguel do Oeste) e  Soul’s of Fate (Palmeira das Missões).

A escolhida pelo corpo de jurados irá se apresentar na oitava edição do festival Na Mira do Rock, dia 12 de  outubro, com outras três atrações já confirmadas. Neste ano a festa traz a FW a banda Rinoceronte, de Santa Maria, que surgiu em 2007 e já tem importantes shows e participações em festivais nacionais no currículo.

No sábado, haverá sorteio de camisetas, CDs e ingresso para o show do Black Label Society, além de um brinde especial para a melhor torcida. Ingressos antecipados a R$ 8 na Lugosi Rock Bazar e Aba Store.

Datavenia

O pessoal que mora em Chapecó poderá ver a apresentação da Datavenia na sexta-feira, 31. A banda toca no The Wall Rock Bar, na terceira edição da “Friday Night Rock”. Ingressos a R$ 10.

Natalia Nissen@_natiiiii

Na noite da última terça-feira, 11, aconteceu a tão esperada sétima edição do Na Mira do Rock Festival no salão principal do Clube Harmonia em Frederico Westphalen. Com outras festas acontecendo simultaneamente na cidade o público não foi tão grande, mas estavam lá todos aqueles que realmente gostam do rock and roll e querem fazer de Frederico Westphalen um lugar de referência no estilo musical. Confira a seguir o teaser do Na Mira do Rock:

O idealizador do festival, Luiz Carlos Nunes (Fuga) subiu ao palco com muito orgulho para agradecer ao público, aos apoiadores do evento, e também, a todas as bandas que fazem parte de uma data tão importante para a cena do rock no município e acreditam na música.  O Na Mira do Rock está na sétima edição e isso comprova que a música não é brincadeira e que o evento deve acontecer muitas vezes ainda. Depois do agradecimento a banda de Palmeira das Missões – Hard Stock – fez seu show com predomínio das músicas próprias. Boa parte da platéia permaneceu na frente do palco, mesmo sem conhecer todas as letras, acompanhando e batendo cabeça. Enquanto os shows aconteciam, um telão ao lado do palco mostrava shows de rock começando por AC/DC Live At River Plate.

Depois de alguns minutos de intervalo um diabo apareceu para anunciar o show do Cartel da Cevada (Porto Alegre) e o público foi ao delírio. A banda animou todos os fãs de boa música e, ainda, mostrou que é possível fazer música em português com uma pegada super pesada e de qualidade. Na frente do palco teve roda punk e muito cabelo batendo. No fundo do clube havia uma banca com os produtos da banda e o CD custava apenas R$5 “é quase o preço de uma cerveja, comprem o CD e depois bebam mais, o bar tá aqui do lado” disse o vocalista Igor Assunção.

A noite foi encerrada com o Heavy Metal das apresentações das bandas Phornax (Porto Alegre) e Beltane (Curitiba). A Beltane apresentou músicas próprias que vão fazer parte do novo álbum que deve ser lançado no próximo ano, e também, músicas dos álbuns anteriores e clássicos do Heavy Metal. Já a banda Phornax aproveitou para divulgar o primeiro EP “Silent War.

Natalia Nissen@_natiiiii

Na próxima terça-feira, véspera de feriado, acontece o Festival Na Mira do Rock em Frederico Westphalen. A banda Hard Stock, de Palmeira das Missões, venceu a seletiva do festival – concorrendo com outras duas bandas  – e nos falou sobre a expectativa de participar de uma data tão importante para a cena do rock na região.

A Hard Stock é formada por Willian Mendes, Marcelo Hescher e Tobias Buqui, e surgiu da ideia de fazer um som simples e objetivo, mas que mesmo assim, fizesse com que as pessoas a vissem como uma banda de atitude e com músicas enérgicas. Não à toa as influências estão entre Led Zeppelin, Kiss, The Cult, Black Sabbath e Aerosmith.

Fomos tocar  na seletiva sabendo que teríamos que disputar com bandas de alto nível;  a nossa classificação só foi um resultado do nosso bom desempenho em palco.

A banda está ansiosa e trabalhando para fazer um grande show na próxima semana, agradar ao público que gosta de rock. O próximo passo da Hard Stock é a finalização do primeiro disco, com 10 músicas, que deve sair até o final de outubro.

Orkut da Hard Stock.

Natalia Nissen@_natiiiii

No dia 11 de outubro acontece o festival Na Mira do Rock e uma das atrações é a banda porto-alegrense Cartel da Cevada. A seguir você confere uma entrevista, feita por e-mail, e conhece um pouco mais da irreverência dessa banda que marca presença no festival. O Cartel da Cevada ainda promete surpresas para o show que acontece em Frederico Westphalen.

The Backstage: Como a banda surgiu? E o nome “Cartel da Cevada”?

Cartel da Cevada: Do mesmo jeito que surge a maioria das bandas, amigos com o mesmo gosto musical, que gostavam muito de churrasco, beber cerveja e ir pras festas fazer p*. O nome surgiu quando estávamos fazendo o jogo do copo. Era uma segunda-feira de madrugada, estávamos mais pra lá que pra cá. A gente escreveu as letras na calçada com a ponta de uma brita. Pegamos um dos copos plásticos que estávamos bebendo cachaça com soda, mas que estava furado. A gente não acreditava muito naquilo, mas funcionou.

O Cartel da Cevada promete muita cerveja e música boa para quem for ao Na Mira do Rock (Foto: divulgação)

TB: A música “Elas por elas” tem participação do Paulão, e como aconteceu a parceria? Velhas Virgens fez show aqui em FW no ano passado e o público foi ao delírio.

CC: Quando montamos a banda pensávamos em fazer uma banda de blues que escrevesse em inglês e nem tínhamos nome. Daí fomos no show do Velhas. Saímos de lá com a certeza de que era possível fazer um rock and roll muito mais legal em português do que em inglês. E desde esse primeiro show conversamos com o Paulão. Sempre tentamos alguma história pra fazer o show de abertura do Velhas por aqui, mas sempre havia um problema e não rolava, mas sempre trocamos idéias, na parceira mesmo. Daí quando estávamos na fase final de produção do disco teve show deles em Porto Alegre. Fizemos o convite e o Paulão topou na hora. E p*… foi muito do c* da parte dele fazer a função toda.  E o resultado ficou muito f*.

TB: Quem compõe as músicas irreverentes do Cartel da Cevada?

CC: Todo mundo. De vez em quando alguém chega com uma idéia toda pronta, outras vezes nos juntamos e pensamos tudo junto.

TB: Como o Cartel da Cevada entrou no grupo das bandas que vai tocar no Na Mira do Rock? Vocês já conheciam o evento?

CC: Pelo twitter, o Gerson que agora virou nosso parceiro nos pediu disco, caneco, camiseta e abridor da banda. Daí já nos perguntou: “quando vocês vem tocar aqui em Frederico?”,  a gente respondeu que era só conseguir o contato que iríamos. Ele nos passou o contato do Fuga. O resto é história.

TB: A banda segue um repertório pré-definido em todos os shows? Algo especial para o Na Mira do Rock?

CC: Tocamos as faixas do disco. Aos poucos colocando composições novas. Normalmente em ordem aleatória.  De vez em quando fazemos algum cover. No festival estamos preparando coisas que nunca tocamos antes. Vai ser do c*. Aguardem!

TB: Qual a expectativa para o festival? O que o público de Frederico Westphalen pode esperar do show do Cartel da Cevada?

CC: A expectativa é a melhor possível. Alguns amigos já tocaram por aí e só falaram coisas boas. A gurizada aí pode esperar  um rock and roll no talo, muita cerveja, e uma festa como poucas já feitas por aí!