Bidê ou Balde convida: Las Pastillas del Abuelo

Posted: 23/06/2015 in Agenda, Rock, Shows
Etiquetas:, ,

Carol Govari Nunes@carolgnunes

A Bidê ou Balde, que começou 2015 com uma grande apresentação no Planeta Atlântida, aproveitou o final do ano passado para fazer uma turnê pela América do Sul, com shows no Uruguai, no Peru e na Argentina. Na terra do Maradona, os gaúchos subiram ao palco do Festival Nuestro, diante de mais de 15 mil hermanos, e aproveitaram para estreitar os laços com diversos grupos locais. Tanto é verdade que Carlinhos Carneiro & Cia. vão iniciar agora o projeto “Bidê ou Balde convida”, trazendo para Porto Alegre as bandas mais legais que eles conheceram por lá. No dia 1º de julho, a Bidê vai ser a hóspede do Las Pastillas del Abuelo, no Opinião, grande sensação do rock latino que se apresentará pela primeira vez no Brasil. Os caras, que possuem uma carreira com mais de dez anos de estrada e shows realizados em diferentes estádios de futebol da Argentina, mostrarão aos gaúchos toda a animação contagiante da sua música, que funde elementos do jazz, do country, da chacarera e de ritmos africanos.

BIDÊ OU BALDE                              

Lá se vão 16 anos desde o surgimento da Bidê ou Balde, em Porto Alegre, nos idos de 1998. Desde então, a banda formada por Carlinhos Carneiro (vocal), Vivi Peçaibes (vocal e teclado), Leandro Sá (guitarra) e Rodrigo Pilla (guitarra) coleciona elogios e prêmios da imprensa, dos fãs e da crítica especializada.

Bidê ou Balde Foto CJ 1 Christian Jung

Foto: Christian Jung

Em 2000, a Bidê lançou seu disco de estreia, “Se sexo é o que importa, só o rock é sobre amor”. O segundo CD, “Outubro ou Nada!”, chegou em 2002 e trouxe ainda mais musicalidade ao trabalho da banda, através de arranjos e novos instrumentos. Dois anos depois, chegava o terceiro: “É preciso Dar Vazão Aos Sentimentos!”. Em 2005, aconteceu o até então inédito “Acústico MTV – Bandas Gaúchas”.

Depois de um jejum de cinco anos sem lançar material inédito, em 2010 o quarteto disparou as canções “Me Deixa Desafinar” e “Tudo é Preza”, que foram precursoras do EP “Adeus, Segunda-feira triste”, lançado em 2011. No ano passado, comemorando os 15 anos de carreira, a Bidê ou Balde colocou na roda mais um disco de inéditas, intitulado “Eles são assim. E assim por diante”. Em março de 2014, foi lançado o single “À La Minuta”, que vai fazer parte de um novo EP, a sair em breve.

Na bagagem, a banda coleciona várias indicações ao VMB, inclusive vencendo na categoria artista revelação, no ano de 2001. Também já se apresentou em todas as regiões do Brasil, passando por festivais renomados, como UpLoad, Move That JukeBox e Virada Cultural (SP), Bananada e Goiânia Noise (GO), Demosul e Curitiba Pop Festival (PR), Planeta Atlântida (RS), Se Rasgum (PA), Maionese (AL), Porão do Rock (DF), RecBeat (PE), entre outros. No final de 2014, realizou uma turnê internacional passando por Argentina, Uruguai e Peru.

 LAS PASTILLAS DEL ABUELO         

A banda Las Pastillas del Abuelo foi formada em 2002 e, logo após algumas mudanças de formação, encontrou o seu line-up que segue junto até hoje. No mesmo ano, gravaram a sua primeira demo e mostraram o seu lado mais artístico. “El Sensei” foi o single de maior sucesso nesse começo de trajetória e fez parte da lista de músicas mais baixadas na Argentina em 2002.

Foto:  Jose Luis Garcia

Foto: Jose Luis Garcia

Em setembro de 2005, o grupo gravou o seu primeiro disco, chamado “Por Colectora”. Com doze faixas, o álbum foi uma demonstração da variedade de estilos que o Los Pastillas oferece: rock, country, jazz, reggae, chacareira e candombe. Graças a um concurso numa rádio local, tiveram a oportunidade de se apresentarem no Pepsi Music, em 2005, e no Gessell Rock, no ano seguinte.

Com públicos cada vez maiores e ingressos esgotados por onde passava, o Los Pastillas del Abuelo gravou o seu segundo álbum, autointitulado, no Circo Beat, famoso estúdio de Fito Paez. “Tantas Escaleras” e “Candombe de Resacas” foram as canções que despontaram e levaram o grupo a excursionar por toda a América do Sul, em 2007. Em 2008, a banda confirmou o seu crescimento com uma apresentação no Luna Park, em Buenos Aires, para cerca de 10 mil hermanos.

“Crisis”, o terceiro disco do grupo, saiu em 2008 e teve a sua estreia ao vivo no estádio Malvinas Argentinas, do Argentino Juniors. Depois de um disco de versões acústicas, chamado “Versiones”, o Los Pastillas del Abuelo lançou “Desafios”, em 2011. O álbum com temas polêmicos e com uma pegada bastante social foi o último registro do grupo antes do álbum gravado em 2012, no Luna Park, em comemoração aos dez anos de estrada da banda. A apresentação virou um álbum “10 años – Estadio Luna Park en vivo”.

“El Barrio em Sus Puños” é o nome do álbum mais recente da banda, lançado em 2014. O Los Pastillas del Abuelo é formado por Alejandro Mondelo (teclado e sintetizadores), Diego Bozzalla (guitarra), Joel Barbeito (sax), Juan Comas (bateria), Juan Fernández (vocal), Santiago Bogisich (baixo) e Fernando Vecchio (guitarra).

11536149_10153469271006554_8825260831257707289_n

 SERVIÇO

Onde: Opinião (Rua José do Patrocínio, 834)

Quando: 1º de julho, quarta-feira, a partir das 22h

Classificação: 16 anos

Ingressos online: www.minhaentrada.com.br/opiniao

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência): Youcom Bourbon Wallig

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 3 de taxa de conveniência): Youcom Shopping Praia de Belas, Bourbon Ipiranga e Barra Shopping Sul

Multisom Andradas 1001, Canoas Shopping, Bourbon Novo Hamburgo e Bourbon São Leopoldo

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s