Acústicos & Valvulados e Bidê ou Balde na 13ª FEICAP

Posted: 24/04/2015 in Rock, Shows
Etiquetas:, ,

Carol Govari Nunes@carolgnunes

DSCN2623

Rafael Malenotti durante o show na FEICAP (foto: Carol G. Nunes)

No último sábado, dia 18 de abril, ocorreu na  cidade de Três Passos/RS a 13ª FEICAP (Feira Exposição Industrial, Comercial e Agropecuária) e duas bandas gaúchas de rock estavam na programação: Acústicos & Valvulados e Bidê ou Balde. Marcado para iniciar às 23h, o primeiro show foi dos Acústicos & Valvulados.

No setlist, todos os hits das mais de duas décadas de carreira, incluindo “Até a hora de parar”, “Remédio”, “Fim da tarde com você”, “O dia D é hoje” e tantas outras. Poucas músicas do disco novo, o que fez com que o público soubesse cantar praticamente tudo. Rafael Malenotti sabe muito bem o que está fazendo: cativa o público o tempo todo, que responde carinhosamente às chamadas do vocalista para cantar bem alto e bater palmas.

Em determinado momento do show, Rafael passa a bola para Luciano Leães, Alexandre Móica e Diego Lopes. São eles que assumem o vocal e comandam o show. Enquanto isso, Rafael estava no fundo do palco fazendo fotos com as soberanas da 13ª FEICAP. Aliás, outra particularidade deste show de rock foi a presença das soberanas no palco. Elas (eram três: rainha e duas princesas, provavelmente) entraram desfilando e se posicionaram junto com Rafael, bem na frente do palco (que tinha uma passarela, a qual foi muito aproveitada por ele). Bem neste momento eu estava filmando, então vocês podem conferir as soberanas no meio de “Fim da tarde com você” aqui.

Com pouco mais de 1h20min, o show terminou. Não teve bis, afinal, o palco tinha que ser trocado, pois em seguida a Bidê ou Balde era quem estaria ali.

Neste momento, fãs já aguardavam na grade que impedia o acesso aos camarins. Pouco a pouco, eles foram entrando e os músicos ficaram durante muito tempo conversando com todos, inclusive do lado de fora, na área aberta. Muitas fotos, muitos elogios, muita atenção mútua.

Não demorou muito para que a Bidê ou Balde chegasse. Eles saíram do camarim com jalecos brancos e óculos de proteção. Logo, já estavam no palco arrancando os jalecos e assumindo suas “reais identidades” de terno e gravata. No setlist, músicas como “Microondas”, “Me deixa desafinar”, “Melissa” e “É preciso dar vazão aos sentimentos” fizeram o público cantar e pular.

Carlinhos Carneiro comandou muito bem os sobreviventes no final do show. Pedia para que eles levantassem a mão direita, depois a mão esquerda, trocassem, levantassem as duas, ficassem com elas para cima. Todos que ali estavam obedeciam prontamente. Vivi também usou a passarela e foi lá para frente com Carlinhos, fazendo com que todos batessem palma e cantassem junto.

O show terminou com “Mesmo que mude”, uma das canções mais aclamadas da banda. Alguns cansados, outros emocionados e cantando muito.

No POA Music Scenes você lê um relato completo da noite.

As fotos da noite estão na fanpage do The Backstage.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s