Congresso em Cascavel traz o Rock como objeto científico

Posted: 30/09/2013 in Rock
Tags: ,

Eduarda Wilhelm Possenti*

O I Congresso Internacional de Estudos do Rock, que ocorreu durante os dias 25, 26 e 27 de setembro, contou em sua programação com a apresentação de artigos durante as Sessões de Comunicações, realizada nos três dias na parte da tarde. É o primeiro evento do Brasil de estudo acadêmico tendo o rock como assunto central e objeto científico. Visa estimular a pesquisa e manifestação artística sobre esse tema, que tem grande relevância cultural e política e pode vir a se tornar um ótimo campo de análise para as ciências sociais e humanas.

DSC_0058

Caroline Govari Nunes apresentando seu artigo nas Sessões de Comunicações do Congresso (Foto: Talita Moraes)

Com mais de 200 trabalhos inscritos, as apresentações foram divididas em sete simpósios temáticos: Histórias do rock, Poéticas do rock, Rock e cinema, Rock e comportamento, Rock e contracultura, Rock e educação e Rock e outras artes. Os trabalhos contaram com diversas abordagens, como o processo de criação de letras, questões estético-literárias de canções, estudos comparativos entre códigos de expressão, a influência do rock nos padrões comportamentais da sociedade, a utilização do rock no processo de ensino-aprendizagem e a relação dele com as mais diversas manifestações artísticas.

Caroline Govari Nunes, jornalista formada pela UFSM-FW, apresentou seu artigo “Cinema e Rock: uma análise dos usos da imagem documental para a estética do videoclipe em Chiaroscope, de Ricardo Spencer”, um estudo sobre o diálogo entre documentário e videoclipe, música e expressão audiovisual no DVD-Coletânea sobre as gravações do disco Chiaroscuro, da cantora Pitty. Caroline também apresentou, juntamente com Angélica Bomm, psicóloga formada pela URI-FW, o artigo “O feminino retratado na cena brasileira de rock’n’roll: uma discussão de gênero”, que levanta e questiona os papéis da mulher através das teorias de gênero e músicas que representam estes movimentos.

Os trabalhos apresentados tiveram os mais variados e inusitados assuntos dentro do contexto do rock, como estudos relacionando bandas com Edgar Allan Poe e Santo Agostinho, o rock no Chile, na Argentina e no Irã, desde o blues até o black metal. Ao final de cada apresentação houve um tempo para questionamentos acerca do tema, onde o interesse dos ouvintes e suas participações surpreenderam, rendendo excelentes debates e colocações.

*Eduarda Wilhelm Possenti é estudante do segundo semestre de Jornalismo da UFSM/FW

Comentários
  1. Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUAe comentado:
    Junte as suas notas qui… (opcional)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s