Queen Elizabeth is a punk rocker – o punk em Frederico Westphalen

Posted: 07/04/2011 in Backstage, Shows
Tags: ,

Bruna Molena@moleeena

Nessa sexta-feira, 08/04, os clássicos tomarão conta de Frederico Westphalen: é a festa de aniversário do Vinil Rock Café, o extinto programa da Rádio Luz e Alegria 95,9. Já falamos aqui no The Backstage sobre as atrações da noite – The Back Doors, Sexy Pearl e The Elizabeth’s, e ontem fomos conferir o ensaio de uma dessas bandas, a frederiquense The Elizabeth’s, e trocar uma idéia com seus integrantes.

Na garagem da casa do vocalista, Dudi, a banda faz os acertos finais antes de sua primeira apresentação (Foto: Bruna Molena)

Com Dudi no vocal, Wirti na guitarra e vocal, Murilo no baixo, Duda na bateria e uma proposta inovadora, a banda abrirá as apresentações do Vinil Rock Café com um repertório sucinto, porém forte, típico do gênero que os uniu: o punk. Serão aproximadamente 30 minutos de acordes e letras rápidos e agressivos. Quando perguntado sobre a origem da banda, o guitarrista Wirti vai direto ao ponto:

“É um tributo à adolescência de cada um, da qual o punk fez parte” (Lucas Wirti)

O próprio nome já diz muito sobre eles, inspirado em uma das bandas que mais influenciaram sua juventude, Sex Pistols, que satiriza, em suas músicas, a monarquia britânica. Portanto, nada melhor do que o nome de Vossa Majestade para representá-los.

Murilo e Wirti também integram a Superphonics, outro conjunto local, porém decidiram fazer um trabalho paralelo voltado somente ao punk que, segundo eles, nem trabalho é, o punk é pura diversão. Tanto que foi em um bar que idéia surgiu, numa das tantas vezes que eles se reuniram para beber e tocar, e acabaram decidindo montar uma banda punk. A idéia e a banda estavam formadas, só faltavam concretizar isso tudo em um show. É aí que surge o Vinil Rock Café, porque os guris se disponibilizaram a tocar “na parceria”, como disseram, sem cobrar nada, só pelo gosto de tocar punk e fazer o que eles gostam.

Letras das músicas coladas nas paredes e alguns copos de cerveja decoravam o ambiente (Foto: Bruna Molena)

E, pelo o que conferimos no ensaio, esse Vinil vai derreter! Estávamos em uma garagem cheia de tralhas e, por isso mesmo, aconchegante e com a cara da música que eles estavam fazendo. Quando os primeiros acordes começaram, eu senti as paredes tremerem, som poderoso que te faz, no mínimo, bater o pé no ritmo. Com um repertório que passa por Ramones, The Clash, Tequila Baby e Sex Pistols, entre outros, eles ensaiaram uma vez cada música, acertaram alguns detalhes e beberam umas cervejas, como quem estivesse brincando de fazer música. O punk não exige ensaio e perfeição, o punk é cru, bruto. E é esse som que a The Elizabeth’s vai trazer para o palco do Vinil Rock Café Classic.

Para quem ainda não garantiu seu ingresso, é só entrar em contato conosco, pelo twitter ou nos comentários mesmo. Os antecipados estão a R$10,00 e serão vendidos até amanhã.

Comentários
  1. Wirti diz:

    Bah Bruna, muito foda o texto. Parabéns gurias!!

  2. Dudi diz:

    Meninas, parabéns, de coração mesmo! a matéria ficou mto legal, assim como as fotos. Abração

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s